Proconve

Tecnologia por um ar mais limpo.

O que é Proconve?

Criado em 1986 pelo Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente), o Proconve é um programa que reduz o nível de poluentes emitidos por veículos novos. Essa redução é progressiva: a cada fase, a indústria automobilística deve desenvolver tecnologias que cumpram os padrões estabelecidos.

Como o Proconve atua?

São cinco os objetivos básicos da Resolução 18, do Conama, que institui o Proconve:

  • - Reduzir a emissão de poluentes dos veículos automotores;
  • - Promover o desenvolvimento tecnológico nacional e a melhoria dos combustíveis;
  • - Criar programas de inspeção dos veículos em uso;
  • - Conscientizar a população quanto a poluição veicular;
  • - E estabelecer condições para avaliação dos resultados alcançados.

Como a indústria reduzirá os poluentes emitidos pelos veículos novos?

Para a fase Proconve P-7, os novos veículos deverão vir equipados com sistemas de pós-tratamento dos gases de combustão. Assim, os gases poluentes são tratados antes de serem lançados no ar.

O que muda no diesel?

Os novos motores adequados ao Proconve P-7 exigirão um diesel de melhor qualidade, com uma redução dos níveis de enxofre. Aos proprietários de veículos da fase P-7 serão ofertados o diesel S-50 (50 ppm de enxofre), já disponível em algumas regiões do país e, em 2013, conforme acordo entre ANP (Agêncis Nacional do Petróleo) e a Petrobras, será disponibilizado o diesel S-10.

Quais as tecnologias disponíveis?

Basicamente, a indústria oferece duas tecnologias para atender os níveis de emissões do Proconve P-7, são elas:

EGR

O sistemas EGR (Recirculação de Gases de Exaustão) reutiliza parte dos gases de exaustão na mistura diesel + ar durante a combustão, para a redução dos níveis de óxido s de nitrogênio (NOx). Para completar o processo, é utilizado um catalisador de oxidação que minimiza as parcelas de hidrocarbonetos e monóxido de carbono nos gases de exaustão.

SCR

O sistemas SCR (Redução Catalítica Seletiva) consiste na injeção direta de uma solução aquosa à base de ureia (Arla 32) no sistema de exaustão do veículo. Por meio de uma reação química no catalisador, acontece a redução nos níveis de óxidos de nitrogênio (NOx), atendendo as exigências do Proconve P-7.

Arla 32

Produto químico à base de ureia, não tóxico e seguro para o manuseio e transporte. Não entra em contato direto com o combustível, ficando em recipiente próprio, separado do tanque de combustível. Após a combustão, utilizando-se do gerenciamento eletrônico do motor, a solução à base de ureia é pulverizada junto aos gases de escape e se combina quimicamente com os óxidos de nitrogênio (NOx) para formar nitrogênio e vapor d'água, naturalmente presentes na atmosfera.

OBD - Autodiagnose de Bordo

Os novos veículos possuem um sistema de diagnóstico de emissões (OBD - Autodiagnose de Bordo), como parte integrante do sistema eletrônico que controla o motor e monitora constantemente os gases expelidos. Se as emissões não forem cumpridas, o sistema alerta o usuário, grava a falha e, não sendo reparada, o OBD atua no sistema eletrônico para despotencializar o veículo.

O que ganhamos?

Economia de combustível

A nova geração de motores é mais eficiente: reduz o consumo de diesel.

Eletrônica embarcada

Maior avanço tecnológico com o OBD (Autodiagnose de Bordo), que monitora os gases de escape do motor e identifica possíveis falhas no sistema.

Qualidade do ar que respiramos

Como eram e como serão os caminhões com o Proconve?

Conheça

VolksTotal Volksnet

Blumenau (47) 3231-6900
Guaramirim (47) 3373-0127
Rio do Sul (47) 3525-1377

Resolução do Conselho Monetário nacional Nº 4.571

Clique aqui para baixar o artigo
A W. Breitkopf á associada à ACAV - Man Latin America - Grupo de certificação ISO 9001Copyright © 2019 - Área Local